quinta-feira, 10 de novembro de 2011

Affonso Romano de Sant'Anna no ônibus

O Duplo


Debaixo de minha mesa
tem sempre um cão faminto
-que me alimenta a tristeza.
Debaixo de minha cama
tem sempre um fantasma vivo
-que perturba quem me ama.

Debaixo de minha pele
alguém me olha esquisito
-pensando que eu sou ele.

Debaixo de minha escrita
há sangue em lugar de tinta
-e alguém calado que grita.

2 comentários:

  1. santana é um dos maiores poetas vivos do país, maíra. pelo menos, não minha opinião.

    ResponderExcluir